A retirada da bandeira foi considerado “um ato homofóbico”. A reação da população já se tornou viral nas redes sociais.

A câmara municipal de Villanueva de Algaidas, em Málaga, Espanha, retirou a bandeira LGBTQ+ das suas instalações após um pedido efetuado por três residentes da cidade. Só que a decisão teve um efeito totalmente contrário e inesperado, seguramente, para os cidadãos que fizeram o pedido. A população não gostou da retirada da bandeira, hasteada como forma de celebrar o dia internacional da comunidade LGBTQ+, que se assinala este hoje, 28 de junho, e inundou a cidade com bandeiras em varandas e ruas.

A situação foi relatada no Twitter por um residente que explicou a situação. A iniciativa de colocar a bandeira hasteada veio de Juan Cívico, o presidente da câmara da cidade. O gesto servia para celebrar o dia internacional da comunidade LGBTQ+ e já era algo feito naquela cidade desde 2018.

Este ano, o presidente viu-se forçado a retirar a bandeira depois de várias reclamações por parte de três residentes na cidade. Este ato não foi visto com bons olhos já que os restantes consideravam que se tratava de um gesto homofóbico e repugnante. A solução arranjada foi distribuir várias centenas de bandeiras por toda a cidade para que todos pudessem pendurar as bandeiras no exterior da casa.

Os tweets partilhados por um cidadão residente naquela cidade já se tornaram virais: mais de 47 mil retweets e 145 mil gostos. O que significa isto? Que os três cidadãos que obrigaram a que a única bandeira tenha sido retirada da câmara tiveram exatamente o oposto do que queriam: a bandeira LGBTQ+ está agora muito mais visível em toda a cidade.

Fonte: Magg


Gostaste? Partilha com os teus amigos! Isso ajuda-nos a crescer (e quem é que não gosta de coisas grandes?)

153
153 points

Qual é a tua reação?

Oh My Cock! Oh My Cock!
0
Oh My Cock!
Não Gosto! Não Gosto!
0
Não Gosto!
WTF? WTF?
0
WTF?
Amo! Amo!
0
Amo!
Ahah! Ahah!
1
Ahah!
Fofo Fofo
1
Fofo
Like Like
0
Like
Oh My Cock!

0 Comments