“A administração Trump opõe-se absolutamente à discriminação de qualquer tipo e apoia o tratamento igual de todos.”

A Casa Branca divulgou um comunicado em resposta às observações de Taylor Swift em relação à administração Trump.

No início desta semana, a cantora e compositora americana ganhou o cobiçado prémio de Melhor Vídeo Musical na cerimónia do seu controverso visual para You Need to Calm Down, o segundo single do seu aclamado sétimo álbum de estúdio Lover.

O vídeo estrelou vários ícones queer, como RuPaul, Ellen DeGeneres, os Fab 5 (Queer Eye), Billy Porter, Hayley Kiyoko e Adam Lambert, e terminou com a estrela a pedir aos fãs que assinem a sua petição pelo apoio do Senado à Lei da Igualdade no site change.org .

Taylor aceitou o prémio ao lado do seu melhor amigo e coreógrafo para o vídeo, Todrick Hall, bem como de estrelas de Drag Race, como Tatiana, A’keria C. Davenport e Jade Jolie, que cantaram a música com ela no início da noite.

“Neste vídeo, vários pontos foram abordados, por isso, votarem neste vídeo significa que vocês querem um mundo onde todos nós somos tratados igualmente, independentemente de quem amamos ou como nos identificamos”, disse ela a um público entusiasmado.

“No final deste vídeo, houve uma petição, e ainda há uma petição, para a Lei da Igualdade, que basicamente diz apenas que merecemos direitos iguais nos termos da lei. Quero agradecer a todos que assinaram a petição.”

Swift depois dirigiu-se a Trump e à sua administração devido à sua falta de reconhecimento pela petição dizendo: “Neste momento tem meio milhão de assinaturas, o que é cinco vezes o valor necessário para garantir uma resposta da Casa Branca”.

Agora, a Casa Branca veio responder, e é praticamente uma repetição da declaração que foi partilhada com a NBC News no início deste ano depois que a Câmara dos Representantes aprovou a Lei da Igualdade.

“A administração Trump opõe-se absolutamente à discriminação de qualquer tipo e apoia o tratamento igualitário de todos”, disse o vice-secretário de imprensa da Casa Branca, Judd Deere.”No entanto, e no seu estado atual, esta lei está cheia de detalhes venenosos que ameaçam os direitos parentais e de consciência.”

Fonte: Gay Times


Gostaste? Partilha com os teus amigos! Isso ajuda-nos a crescer (e quem é que não gosta de coisas grandes?)

119
119 points

Qual é a tua reação?

Oh My Cock! Oh My Cock!
0
Oh My Cock!
Me-do Me-do
0
Me-do
Triste Triste
0
Triste
WTF? WTF?
0
WTF?
Amo! Amo!
0
Amo!
Ahah! Ahah!
0
Ahah!
Fofo Fofo
0
Fofo
Like Like
0
Like
Não Gosto! Não Gosto!
4
Não Gosto!
Oh My Cock!

0 Comments